03
Set 10
publicado por antoniovitorino, às 17:55link do post | comentar

Um dos mais prestigiados eventos europeus sobre Energias Renováveis, Sustentabilidade e Ambiente está de regresso. Trata-se da Feira ZEROEMISSION, que terá lugar em Roma, de 7 a 10 de Setembro.

 Esta é, sem dúvida, uma excelente oportunidade para as empresas que se dedicam ao desenvolvimento de tecnologias nas áreas das Energias Renováveis exibirem os seus projectos, nomeadamente nos campos da energia eólica, solar e fotovoltaica. Nesta que é a sua sexta edição, a ZEROEMISSION promete repetir a fórmula de sucesso dos anos anteriores, contando para isso com a participação de alguns dos especialistas mais consagrados do sector. Para além de uma montra por excelência, este evento pretende ser igualmente um espaço de debate e reflexão, já que estão programadas diversas conferências e workshops que irão focar questões energéticas e ambientais.

Saiba mais sobre este evento em www.zeroemissionrome.eu

 

 


23
Jul 10
publicado por antoniovitorino, às 16:44link do post | comentar
O resultado da reunião que juntou à mesma mesa, em Washington, 21 das principais economias mundiais e que visou discutir o futuro das energias limpas, é extremamente encorajador. No total, as nações comprometeram-se a adoptar 11 iniciativas para promover energias renováveis, das quais se destaca a de encontrar formas alternativas para que os electrodomésticos, como as televisões e frigoríficos, consumam menos electricidade. As estimativas apontam para que, com estas 11 medidas, se poupe a energia equivalente à produzida por 500 centrais eléctricas de média capacidade, durante os próximos 20 anos.

28
Abr 10
publicado por antoniovitorino, às 10:34link do post | comentar

Está de volta uma das mais interessantes feiras regionais no sul do nosso país. A 4ª edição da Expo Ambiente e Energias Renováveis decorre de 13 a 16 de Maio de 2010, na Praça do Mar, em Quarteira.

A exposição, de entrada livre, centra-se este ano nos temas de sustentabilidade ambiental e nos veículos não poluentes. Entre as iniciativas deste evento está a realização de seminários e workshops, cinema de educação ambiental e demonstrações de novos conceitos de mobilidade amigos do ambiente – como construção de carros solares e utilização de fornos solares.

 

Os visitantes poderão ainda experimentar os veículos na feira, desde automóveis eléctricos, motos eléctricas, scooters eléctricas, bicicletas eléctricas, segways e city cruisers.


15
Abr 10
publicado por antoniovitorino, às 12:46link do post | comentar

Uma investigação levada a cabo pela organização americana Pew Charitable Trust revelou alguns dados interessantes sobre o crescimento e produção das indústrias ligadas às energias renováveis. Segundo o relatório Who's Winning the Clean Energy Race? Growth, Competition and Opportunity in the World's Largest Economies, as principais economias mundiais acentuaram as suas prioridades nos domínios da produção de energias limpas, registando um aumento dos investimentos que rondará valores próximos dos 230%, nos últimos 5 anos.

Individualmente, coube à China o papel de maior investidor, com políticas de incentivo à utilização de energias renováveis, sobretudo no que diz respeito à energia eólica, solar e biomassa. Em 2009, por exemplo, o investimento terá sido de 34,6 biliões de dólares, praticamente o triplo do investimento que os Estados Unidos realizaram no mesmo período. Esta situação permitiu que a China ultrapassasse os Estados Unidos no Ranking mundial de investimentos em energias renováveis. Desta lista fazem parte ainda o Reino Unido, a Espanha e o Brasil.

Quanto ao Ranking mundial de produção de energia a partir de fontes de energia renováveis, os Estados unidos continuam a liderar, sendo que a China poderá ambicionar ao topo da pirâmide de produção de energia limpa se mantiver a aposta verificada nos últimos anos.

Este é, naturalmente, um sinal encorajador para o futuro do nosso planeta.

Para uma leitura mais detalhada sobre este relatório, deixo aqui a ligação: http://www.pewglobalwarming.org/cleanenergyeconomy/pdf/PewG-20Report.pdf

 


24
Mar 10
publicado por antoniovitorino, às 17:16link do post | comentar

 

Foi aprovado dia 18 de Março em Conselho de Ministros, a Estratégia Nacional para a Energia (ENE) no período 2010-2020, que traça novas metas para a redução da dependência energética de Portugal em 25%, aumentando a aposta em energias renováveis.

Notícias naturalmente positivas


26
Jan 10
publicado por antoniovitorino, às 15:05link do post | comentar

A Câmara Municipal de Moura, em parceria com o Instituto de Engenharia Mecânica do Instituto Superior Técnico, irá promover um curso de formação numa lógica de incentivo à criação de empresas na área das energias renováveis. A formação terá duas fases distintas:  Nos dias 22, 23, 24, 25 e 26 Fevereiro, será o Município de Moura a acolher a iniciativa. Numa segunda fase, nos dias 5, 6, 7, 8 e 9 de Julho, a formação será dada na cidade de Sliven, Bulgária.

Esta iniciativa surge no âmbito do Projecto Europeu SunFlower, co-financiado pela União Europeia.
Para mais informações, fica aqui a ligação para a página da Câmara Municipal de Moura:
 
Naturalmente, uma iniciativa a não perder.

23
Jan 10
publicado por antoniovitorino, às 15:19link do post | comentar

A Cidade de Masdar, nos Emirados Árabes Unidos, considerada por muitos como modelo da “cidade do futuro” ou da “cidade ecológica”, devido ás suas políticas de emissões zero, recebeu até à poucos dias a World Future Energy Summit. Trata-se de uma cimeira que visa debater a questão do futuro energético do planeta, promovendo desta forma alternativas viáveis e sustentáveis à dependência do petróleo.

Masdar, para além de eco-cidade, é também o local escolhido para acolher a sede da Agência Internacional para as Energias Renováveis (IRENA), da qual o nosso país faz parte (sendo um dos seus membros fundadores). Este é um pólo bastante atractivo para as empresas que se dedicam à inovação tecnológica no campo das energias renováveis. Conta também com uma universidade dedicada a este tipo de questões, em parceria com o MIT.
É, naturalmente, um exemplo para todos nós.

    


06
Jan 10
publicado por antoniovitorino, às 16:30link do post | comentar

Esta parece ser uma resposta à Cimeira de Copenhaga. Cerca de nove países da União Europeia anunciaram a criação de uma rede de abastecimento de energias renováveis. Uma solução que reúne 65 centrais energéticas da Alemanha, Bélgica, Dinamarca, França, Holanda, Irlanda, Luxemburgo, Noruega e Reino Unido.

 

 
 

Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Pesquisar
 
Tags

todas as tags

blogs SAPO